quarta-feira, 13 de julho de 2016

História ilustrada: Ferrari 288 GTO


  Nunca é fácil falar em Ferrari, é uma daquelas marcas que não simplesmente uma marca, é uma paixão, legiões de fãs ao redor do Mundo tentam preservar de alguma forma a tradição da marca, boa prova disso é a falta de SUVs ou veículos de 4 portas em sua gama de produtos que não se restringe apenas a carros ou sonhos, a Ferrari também é uma grife que vende de roupas a perfumes.
Ferrari Store, mais que um fabricante de automóveis, uma grife.
  A 288 GTO pode ser considerada a primeira super Ferrari da história, o seu nome na verdade é uma sigla, 2,8 litros, 8 cilindros no caso em V e as letras, Gran Turismo Omologato. A 288 foi produzida entre os anos de 1984 e 1987, no total de 272 unidades, a homologação se deu pois estava nos planos da marca participar do Grupo B de Rally , fato que ocorreu em apenas 3 etapas antes da FIA acabar com a divisão pelos frequentes acidentes que vitimavam pilotos e expectadores.
Uma rara foto da 288 em ação no Grupo B de Rally, do qual participou apenas de 3 etapas.
  Para a época o desempenho da 288 GTO era insano, o motor V8 de 2,8 litros, instalado na posição central-traseira,  não era um V8 qualquer, com 4 válvulas por cilindro era alimentado por uma dupla de turbo-compressores IHI e injeção Magneti Marelli, tecnologia de Fórmula 1, entregava a potência de exatos 400 cv a 7000 rpm e o torque de 50,6 kgf.m a 3800 rpm. O baixo peso de 1160 kg garantiam o bom desempenho, os 100 km/h chegavam em apenas 4 segundos, com 15 segundos atingia-se os 200 km/h dos 306 km/h de velocidade máxima.
Visão do cofre do V8 bi-turbo, um intercooler para cada caracol. talacrest.com
  Ainda mais exclusivo era o 288 GTO Evoluzione, com apenas 5 unidades fabricadas, a Evoluzione tinha estilo próprio, apesar do estilo não tão belo quanto o da versão original, a versão contava com melhorias na aerodinâmica e na mecânica, além do peso reduzido para 940 kg onde foi mantido apenas o básico para guiar o carro, receita repetida na sucessora F 40. A GTO Evoluzione podia alcançar a velocidade máxima de 362 km/h, segundo dados não oficiais, apenas 3 unidades da 288 GTO Evoluzione sobreviveram ao tempo, sem dúvidas uma verdadeira raridade.
Evoluzione, não tão bela, porém mais veloz. symbolicintl.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários ofensivos ou que não tenham relação com o assunto do blog não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...